Vídeo: Restos de foguete russo caem na fronteira do Brasil com o Peru e assustam acreanos

29/01/2018
 
Vdeo: Restos de foguete russo caem na fronteira do Brasil com o Peru e assustam acreanos

Após a notícia, no sábado (27), sobre a possível queda de um meteorito em uma região isolada de Pucallpa, no Peru, na fronteira brasileira em Cruzeiro do Sul, no Acre, uma nova informação veio à tona. O astrônomo Marcelo de Cicco, pesquisador tecnologista do Inmetro e coordenador do Projeto Exoss do Observatório Nacional, com sede no Rio de Janeiro, especializado em monitoramento e notícias sobre cometas e asteroides, informou em entrevista por telefone, depois de uma minuciosa pesquisa da equipe do projeto, ainda na noite de sábado, que o que caiu na Amazônia peruana foram restos de um foguete da indústria aeroespacial russa. O satélite de comunicações (AngoSat 1 Communications Satellite) foi lançado pelos russos no dia 27 de dezembro do ano passado, informou o astrônomo.

A equipe coordenada por Marcelo de Cicco teve acesso aos vídeos gravados na cidade de Cruzeiro do Sul e após horas de pesquisa e informações oficiais de portais internacionais de monitoramento sobre o tema chegou à conclusão de que se trata de lixo espacial.

 

“São restos do foguete lançador do satélite AngoSat 1 Communications Satellite. Isso acontece sim. É próprio da estratégia de lançamento de satélites. O foguete lança o satélite lá em cima, o último estágio abre, manda o satélite para ser recolocado e eles já propositalmente calculam que aquele resto do foguete, aquele estágio, eles já calculam para que ele queime na atmosfera depois de algum tempo”, explica.

 

O lixo espacial reentrou na atmosfera e foi visto exatamente às 18h32 (horário local) e às 23h32 (UTC), termo que significa Tempo Universal Coordenado, informou Marcelo de Cicco.

 

As informações sobre a queda provável de um meteorito foram repassadas no começo da noite do sábado, 27, ao Corpo de Bombeiros em Cruzeiro do Sul pelo Centro de Navegação da Infraero no Juruá após boatos nas redes sociais e em grupos de WhatsApp sobre a queda de um avião de grande porte na região de Pucallpa.

 

A luz que surgiu no céu do Acre foi filmada e fotografada em Tarauacá, Rio Branco, Feijó e Cruzeiro do Sul, e foi um dos assuntos mais comentados pelos acreanos nas redes sociais.

 
do AC24 horas